Blog do Wellington

Conhecimento, Curiosidade, Humor, Tecnologia -> Tudo em um lugar só

Saiba como transformar o computador de casa em um karaokê

Posted by wetinsilva em novembro 11, 2010



Para quem não canta bem e é convidado para ir a bares que tenham karaokê, o ditado “quem canta seus males espanta” pode não funcionar — não é fácil encarar os amigos depois do mau desempenho no palco. Para ajudar cantores e cantoras desafinadas, o UOL Tecnologia fez um tutorial que ensina como transformar o computador de casa em um aparelho de karaokê, para você cantar sem passar vergonha em público.

Telas dos programas

  • Interface de karaokê do programa “Cante!”

  • Programa Karafun com o player no detalhe
  • VanBasco permite ajustar tamanho da fonte

Não há grandes segredos para a transformação. O primeiro requisito é que o PC tenha placa multimídia com saída de áudio (geralmente na cor verde), entrada para microfone (cor rosa) e uma entrada de linha (azul). Na sequência, é necessário escolher um programa de karaokê e as músicas que se quer ouvir — ou melhor, cantar. Caso o usuário esteja insatisfeito com o som dos alto-falantes do computador, é possível até ligá-lo em um aparelho de som.

Escolhendo um programa

Após checar que o computador tem placa de som, o próximo passo é baixar algum programa que rode arquivos de karaokê. O formato mais utilizado é o “.kar”. Esse tipo de arquivo, basicamente, reúne o som e a letra da música, com as indicações que o cantor deve seguir. O funcionamento dos programas que rodam arquivos de karaokê é como o de um tocador convencional (Windows Media Player, por exemplo). Basta selecionar o arquivo de karaokê e dar play. Seguem algumas sugestões de programas gratuitos:

Cante!
O Cante! é gratuito, porém exige que o usuário faça um pequeno cadastro para baixá-lo. No próprio site há algumas opções de músicas para baixar, muitas delas no formato “.mid”. Logo, não espere a mesma qualidade de um CD: boa parte das músicas lembra os toques antigos de celular. De qualquer jeito, é um dos mais simples de usar e tem um acervo de fácil acesso com músicas nacionais, internacionais e até religiosas. Não tem sistema de notas.

KaraFun
O Karafun tem uma interface que lembra bastante a do tocador multimídia Winamp. Por padrão ele já vem com a música “La Bamba” e “When the Saints Go Marching”. Ele suporta diversos tipos de arquivos como “.kar”, “.kfn”, “.cdg”, “.mid” e “mp3”. O programa de karaokê ainda permite que o usuário grave sua voz enquanto estiver cantando. Como os outros programas, exige que o usuário baixe os arquivos de música na internet. No próprio site do programa é possível fazer o download de músicas gratuitas (todas em língua estrangeira) ou pagas.

Para quem for curioso e gostar de mexer com esse tipo de aplicação, junto com o KaraFun vem um “criador” de arquivos de karaokê. O usuário escolhe uma música, procura uma letra e vai fazendo as marcações de quando ela deve ser cantada.

VanBasco
De origem alemã, o programa VanBasco não tem obrigatoriedade de cadastro para fazer o download. O videokê conta com um controle de tempo, permite fazer ajustes do volume do piano da canção e alterar o tamanho da letra para facilitar o acompanhamento da música. Como o “Cante!”, no próprio site há links para baixar arquivos de música no formato MIDI. Além de não ter notas, o sistema tem uma interface pouco intuitiva. Em compensação, pode ser uma boa opção para quem gosta de clássicos internacionais, pois fornece links para um grande acervo.

Como conectar

Tendo o programa e as músicas, só falta começar a cantoria. Para os que querem apenas substituir o chuveiro pelo quarto como palco, basta apenas um microfone e caixas de som. É necessário conectá-los ao computador nas entradas corretas: microfone na rosa e caixa de som na verde. Caso não haja indicações de cor, é provável que haja pequenos desenhos indicando o tipo de dispositivo que pode ser conectado a cada porta.

Conversor

  • Imagem do conversor P10 – P2. Note que o conector P2 tem apenas uma lista. Ela indica que ele é mono. Como a maioria dos microfones é estéreo, o usuário deve preferir os convesores com duas listas

Nesse passo é importante que o usuário acesse o sistema de som do computador e aumente o volume do microfone que, por padrão, sempre é baixo. Para aumentar acesse o Painel de Controle e escolha a opção Som. No Windows XP, procure a aba Voz e clique em Volume. A partir daí basta localizar o item “Microfone” e aumentar. Já no Vista e no Windows 7, procure a aba “Gravação” e, em propriedades, clique na guia “Níveis”. Habilite então o som do microfone.

A maioria dos microfones não vem preparada para esse tipo de uso, pois os computadores geralmente têm apenas entradas P2 (parecida com as de MP3 players) – o padrão dos microfones é o P10. Para solucionar o problema, o usuário pode comprar um adaptador P10 – P2, que vai permitir a ligação do dispositivo no computador. O cabo pode ser facilmente adquirido em casas que vendem produtos de som.

Há ainda a possibilidade de ligar o computador em um minisystem para potencializar o volume do som. Nesse caso, o usuário deve se certificar que o aparelho de som tenha uma entrada auxiliar e providenciar um cabo específico para ligar o PC ao equipamento. Em uma ponta do cabo deve ter um conector P2 (para ligar na saída de som do computador) e, na outra, dois conectores tipo RCA (nas cores branca e vermelha) para serem conectados ao minisystem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: